Os exercícios físicos geram inúmeros benefícios à nossa saúde: perda de gordura corporal, ganho de massa muscular, resistência e a melhora cardiovascular, bem como a definição dos músculos e um corpo mais bonito e saudável.

É importante ter uma alimentação adequada e equilibrada para obter um bom desempenho e resultados satisfatórios. Dessa forma, a refeição que antecede os treinos tem que garantir a energia para realizá-los.

Ela deve ser composta por alimentos que contenham carboidratos e proteínas, e que não causem desconforto durante a execução das atividades. Além disso, com a correria do dia a dia, o ideal é que seja rápida e prática — tanto de preparar quanto de transportar.

É comum as pessoas terem dúvidas do que comer antes do treino, e é sobre isso que vamos falar neste post. Quer saber mais? Então continue lendo!

O que comer antes do treino?

O melhor é que essa refeição seja feita com uma hora de antecedência, para dar tempo de ser absorvida e a energia ficar disponível para o corpo. A seguir vamos falar sobre os alimentos que podem ser consumidos.

Banana

Além de ser fácil de carregar e não precisar de preparo, ela possui carboidratos e potássio — um mineral importante para evitar as câimbras. Pode ser batida com whey protein, por exemplo.

Batata doce

Grande fonte de carboidratos e minerais, a batata doce virou queridinha no meio fitness. Isso se dá pelo seu baixo índice glicêmico, que fornece energia sem causar picos de insulina. Combinada com uma proteína como frango ou ovos, vira uma refeição completa.

Sanduíches

Os sanduíches são práticos e ideais para quem não tem tempo de fazer uma refeição mais demorada. Aliar um pão ou a tapioca — que são carboidratos — com ovos, frango ou queijo — que são fontes de proteínas — é uma boa opção!

No entanto, é preciso tomar alguns cuidados ao consumir esse tipo de lanche, pois a quantidade de fibras dos pães pode causar desconforto. Também é bom evitar os embutidos como presunto e peito de peru defumado, que contêm muitos aditivos químicos e excesso de sódio.

Ovos

São ótimas fontes de proteínas de alto valor biológico, além de serem muito versáteis em sua preparação. O ideal é comer ovos cozidos, mexidos, omeletes ou combinados com carboidratos.

Posso usar suplementos alimentares?

Os suplementos alimentares têm o objetivo de suprir as necessidades nutricionais quando somente a alimentação não é suficiente. Além disso, se bem empregados, melhoram o desempenho físico e os resultados. Seu uso deve ser sob orientação de um nutricionista.

Abaixo listamos alguns mais conhecidos.

1. Whey protein

É um shake produzido a partir da proteína do soro do leite e tem absorção mais rápida pelo organismo do que um alimento sólido. É uma ótima opção para quem não tem tempo para preparar uma refeição.

2. BCAA

É composto por 3 aminoácidos: leucina, isoleucina e valina. Juntos, aumentam a síntese proteica e evitam a perda de massa muscular após atividades intensas. Uma boa pedida é o consumo deste suplemento na versão em pó, assim você aproveita os benefícios do BCAA e também da hidratação promovida pela água.

3. Albumina

É a proteína da clara do ovo desidratada, trazendo todos os benefícios das claras com mais praticidade e facilidade de preparo. Além disso, evita riscos de contaminação por salmonela, já que o processo de pasteurização submete o produto a altas temperaturas eliminando a contaminação por micro-organismos nocivos a saúde. 

Quando procurar um nutricionista?

A resposta para essa pergunta é: agora! Esse profissional vai fazer toda a adequação da sua dieta de acordo com seus gostos, com a sua rotina e as suas preferências — inclusive orientar você sobre o que comer antes do treino.

Além disso, somente esse profissional é capaz de prescrever o suplemento alimentar correto conforme as suas necessidades nutricionais.

As atividades físicas fazem bem ao corpo e a mente. Portanto, pratique-as, alimente-se bem e invista na sua saúde! Gostou de saber o que comer antes do treino? Então aproveite que está por aqui e veja os principais mitos sobre suplementos!