Os falsos alimentos saudáveis vêm para nos mostrar o quão importante é entender melhor sobre o que comemos.

São situações bastante comuns: você troca o lanche na cantina da empresa por uma ou duas barrinhas de cereal. Ou passa a comprar o biscoito integral que oferece mais saúde nas prateleiras do supermercado.

Mas será que eles são, de fato, as melhores opções para a sua alimentação?

É uma realidade que todo mundo anda muito mais preocupado com a saúde. A busca pelos cardápios mais leves e saudáveis têm aumentado bastante e, cada vez mais, estampam as redes sociais e blogs.

No entanto, é preciso bastante atenção para descobrir se aquele alimento oferece realmente todos os benefícios prometidos no rótulo.

Nós queremos que você reflita um pouco mais: já parou para pensar que, o fato de a sua dieta não apresentar grandes resultados pode ser reflexo dos alimentos errados que você anda comprando?

Neste post queremos conversar sobre os falsos alimentos saudáveis. Esses produtos que reservam uma certa pegadinha em suas composições e que, provavelmente, a maioria não observa.

Preparamos uma lista com os cinco alimentos que podem ser vilões para a sua dieta e mostraremos dicas de como substituir cada um deles. Confira.

1 – Barrinhas de cereal

Barrinha de Cereal

Um snack saudável que todo mundo pensa logo quando vai fazer dieta e é um dos principais falsos alimentos saudáveis. No entanto, algumas das barrinhas de cereal que você encontra no supermercado são compostas de açúcar, gordura, além dos flocos de milho e arroz. Esses cereais possuem um alto índice glicêmico e podem gerar um pico de insulina se consumidos em excesso.

Observe também outros compostos como maltodextrina, xarope de glicose e glucose de milho. Todos esses são açúcares disfarçados.

Na hora de fazer as compras, prefira as barrinhas compostas de cereais integrais ou de castanhas. Outra ótima opção para substituir as barrinhas de cereal é um mix de oleaginosas, que podem ser encontrados em casas de produtos naturais. Ele é composto, geralmente, de amêndoas, nozes e castanhas e é muito gostoso. Contudo, é importante dosar a quantidade.

2 – Águas saborizadas

Água saborizada

Hoje encontramos águas saborizadas com bem mais frequência. Aquela garrafinha de água com sabor limão, por exemplo, é um dos grandes falsos alimentos saudáveis que você provavelmente não sabe.

A água saborizada é mais que permitida em sua dieta, no entanto, as naturais apenas. As águas industrializadas são compostas de aromatizantes, conservantes, adoçantes e corantes. Tudo o que a sua saúde não precisa.

Você pode fazer a sua própria água saborizada, o que é ainda mais barato. Basta colocar algumas rodelas da fruta desejada – como o limão e a laranja, que são as mais comuns, por exemplo – e deixar pelo menos 12 horas para apurar o sabor. Depois é só beber sempre que desejar.

3 – Granola

Granola

Esse é daqueles falsos alimentos saudáveis que você, provavelmente, não imaginaria encontrar nesta lista. A granola é um dos itens mais queridos do universo fitness e, se você não observar o tipo que está comprando, pode cair em uma pegadinha e consumir mais açúcar do que o permitido.

Verifique sempre as informações do rótulo e compre apenas aquelas versões sem açúcar e compostos cristalizados. A sua granola deve conter grãos e sementes em maior composição. Se você gosta dela mais docinha, pode combinar com uma fruta, como morango ou banana, por exemplo.

4 – Pão integral

Pão Integral

Este é outro exemplo dos falsos alimentos saudáveis que você come todos os dias e pode não ser tão positivo quanto pensa. O pão integral é um alimento indicado para toda dieta saudável, mas não são todos que devem ser comprados.

Infelizmente a legislação sanitária ainda não apresenta um critério de fiscalização para determinar se um alimento é, de fato, integral. O que acaba acontecendo é o uso de farinha branca em maior quantidade em pães, biscoitos e bolos com rótulo de “Integral”.

A Anvisa, portanto, passou a utilizar a Resolução RDC nº 263/2005 (Regulamento técnico para produtos de cereais, amidos, farinhas e farelos), visando implantar padrões de identidade e qualidade para as empresas que fabricam produtos integrais.

Dessa forma, sempre que for comprar um pão integral, é importante olhar o rótulo. Escolha as opções onde a farinha integral é destacada no topo da lista dos ingredientes, significando que ela está em maior quantidade na composição daquele produto. Pães com farinha branca devem ser evitados.

5 – Açaí

Tigela de Granola

A gente provavelmente surpreendeu você com este último item, certo?

O açaí é também um queridinho do universo fitness e sempre muito indicado por quem pratica exercícios. A fruta é realmente muito saudável. Ela é rica em antioxidantes, fibras e ferro. Além disso, possui ação anti-inflamatória e um elevado valor energético.

Então por que o açaí está na lista dos falsos alimentos saudáveis?

Porque muitos são, na verdade, polpas congeladas e carregadas de xarope de glicose com guaraná. Esses compostos dão um sabor mais adocicado para o açaí. Além disso, ainda há alguns conservantes presentes em muitos destes produtos industrializados.

Outro agravante é a combinação feita em alguns casos. Muitos comem açaí, com granola – que sendo o tipo não indicado que citamos mais acima, torna o alimento ainda mais calórico -, cereais adocicados, farelos e coberturas.

O resultado é que você acaba consumindo um alimento com alta concentração de açúcar e muitas calorias.

Dê preferência ao açaí em sua versão mais pura. Para dar um sabor mais doce, indicamos misturar com outra fruta como o morango ou a banana. Você pode também optar pela granola, mas se certifique que é a versão mais saudável.

Saiba identificar os falsos alimentos saudáveis pelo rótulo

Como indicamos em todo o post, é preciso observar o rótulo de cada alimento que você consome. Para ajudar nesse processo, a Anvisa criou o Manual de orientação aos consumidores – Educação para o Consumo Saudável, mostrando como você pode ler os rótulos sem dificuldade.

Agora conta para nós. Você já conhecia alguns dos falsos alimentos saudáveis da nossa lista? Quer indicar mais alguns? Deixe seu comentário!