O treino funcional tem conquistado cada vez mais espaço entre os praticantes de atividade física, graças à sua versatilidade e seus benefícios para o corpo. Os exercícios de treinamento funcional aliam força, flexibilidade, respiração, coordenação motora e equilíbrio, além de melhorar a postura, diminuir o risco de lesões e potencializar o desempenho físico.

Uma característica interessante dessa prática é que ela abrange movimentos básicos do dia a dia, como agachar, correr, empurrar ou girar. Neste artigo, vamos apresentar 5 exercícios de treinamento funcional, oferecendo dicas para praticá-los e explicando suas características. Acompanhe!

1. Flexão de braços

A flexão de braços é um exercício básico, que usa como peso o próprio corpo. Essa atividade fortalece os músculos peitorais, dorsais, tríceps e deltoides, além de trabalhar os glúteos e o abdômen.

A fim de executar o exercício corretamente é preciso que você deite de barriga para baixo, apoie suas mãos sobre o chão na altura dos ombros e, com os braços flexionados, empurre o corpo contra o chão e depois para cima, estendendo os braços e repetindo o mesmo movimento algumas vezes, mantendo a postura e respeitando os limites do seu corpo.

2. Fita suspensa

O treino com fita suspensa trabalha diretamente com o peso corporal e, por isso, melhora a coordenação motora, a postura, o equilíbrio e ainda define os músculos. Basicamente, esses exercícios utilizam a resistência das fitas aliada à força da gravidade.

Diversos exercícios podem ser feitos com a fita, como agachamento, séries de estabilização e movimentos com os braços. As fitas permitem a prática do treinamento funcional em qualquer lugar que tenha um suporte, como uma árvore, porta ou parede. Muitas fitas de suspensão acompanham regulagem e ancoragem, sendo facilmente adaptadas a qualquer local.

Opte por locais com espaço livre e preste atenção na postura: o tronco e a cabeça precisam estar alinhados. Outra dica importante é começar pelos exercícios mais fáceis e ir progredindo.

3. Corrida com tração

Essa é uma corrida que utiliza elásticos para gerar diferentes potências. O atleta geralmente começa o exercício preso ao elástico por um cinto e mosquetões e inicia a atividade correndo sem sair do lugar e, à medida que vai progredindo, corre até o elástico ficar totalmente esticado, mesclando os movimentos.

Esse treino pode variar também de acordo com o objetivo da corrida, que pode ser de potência, de velocidade e de agilidade. Nesses casos, o que muda é a quantidade de tensão, o tempo de duração e a velocidade de execução. 

4. Treino com elástico

Esse acessório é um aliado nos resultados, já que força os músculos de maneira saudável. O elástico pode ser usado para trabalhar costas, peitorais, braços e pernas. Existe uma grande variedade de elásticos para esse treinamento, como as mini bands, as super bands, os tubos elásticos e as faixas elásticas, cada uma com uma indicação e aplicação específica.

Para obter bons resultados, o importante é realizar movimentos simples, de maneira lenta, evitando o impacto do retorno do elástico. Esse é um exercício que pode ser feito em qualquer lugar.

5. Corda de pular

A corda de pular é outra grande aliada no treinamento funcional e ajuda a melhorar a resistência aeróbia. É um exercício bem simples, em que você só precisa do acessório e de espaço.

Para a execução correta, relaxe o pescoço, fixe a visão em um ponto do horizonte, contraia o abdômen e os glúteos para proteger a coluna. Em seguida, faça uma leve flexão nos joelhos e, girando apenas os punhos e os cotovelos levemente, pule a uma altura suficiente para desviar da corda, sem abrir demais os braços. Por fim, aterrize nas pontas dos pés antes dos calcanhares.

Em geral, esses exercícios são indicados para qualquer pessoa, desde que a individualidade biológica seja respeitada. É importante lembrar que, em todas as atividades citadas, é preciso ter atenção com a postura e com a execução correta dos movimentos.

O ideal é procurar ajuda de um profissional para que ele possa checar suas limitações e orientar na execução adequada dos exercícios.

E aí, já sabe por qual desses exercícios de treinamento funcional vai começar? Quer ficar por dentro de mais novidades sobre saúde, esporte e afins? Então, siga as nossas redes sociais: estamos no FacebookYouTube, Instagram e Twitter.