Há dúvidas sobre praticar ou não exercícios na gravidez. Afinal, eles realmente são benéficos para a gestante?

A verdade é que a atividade física na gravidez é permitida, mas ela precisa de alguns cuidados. Nós sabemos que esse é um período onde a mulher está muito mais vulnerável e a atenção com a saúde agora vale por dois!


As atividades físicas, quando praticadas durante os nove meses, evitam complicações no parto e outros problemas como diabetes gestacional e eclâmpsia.

Claro que é preciso atenção e, justamente por isso, preparamos um post com dicas para você praticar os seus exercícios enquanto estiver grávida e sem correr riscos! Veja.

Os exercícios na gravidez são para todas as grávidas?

Infelizmente não. Há restrições e elas devem ser consideradas. A boa notícia é que são poucas condições que inviabilizam os exercícios na gravidez.

Essas condições, geralmente, não estão relacionadas com a saúde da mulher, mas com os riscos que a prática pode oferecer para algumas gestações.

Por exemplo, se a gestante tiver algum sangramento vaginal ou se houver diagnóstico de encurtamento do colo uterino, o médico certamente não aconselhará as atividades físicas de maior impacto. Nesse caso, o cuidado deve ser com alimentação e, no máximo, caminhadas leves.


LEIA TAMBÉM: Porque fazer exercícios em casa pode ser uma boa?

Cuidados importantes para a prática de atividade física na gravidez

Além da recomendação médica, a futura mamãe ainda precisa ficar atenta para alguns cuidados. Veja:

Exercício na gravidez
Os exercícios na gravidez são importantes para evitar complicações durante a gestação.

Faça um aquecimento mínimo de 5 minutos

O aquecimento do corpo evita lesões e prepara seu corpo para os exercícios. Algumas boas dicas de aquecimento são: caminhada leve, pedalada, nadar em baixa velocidade, ioga e pilates;

Use sempre roupas frescas e leves

Nada de tecidos que bloqueiam a transpiração. Como sua respiração estará mais curta neste período, precisa utilizar sempre roupas leves e que não sufoquem você;

Beba água frequentemente

Se a indicação por beber água é importante para todos, durante a gravidez essa necessidade aumenta ainda mais.

Além de evitar a retenção de líquidos e o inchaço do corpo, beber água mantém você sempre hidratada enquanto se exercita;

Evite esporte sob sol forte

As temperaturas elevadas aumentam a necessidade de respiração e podem deixar você ofegante provocando desmaios e tonturas.

O ideal é que você pratique exercícios sempre no período da manhã (entre 06 e 08 horas) e depois das 16 horas, quando o sol está mais fraco;

Alimente-se corretamente

Antes de iniciar as atividades físicas, é importante se alimentar corretamente. No entanto, evite exageros ou alimentos não recomendados pelo seu médico ou nutricionista.

Uma refeição mal elaborada nestes momentos pode causar desmaios, tonturas, alterações glicêmicas e de pressão arterial.

LEIA TAMBÉM: Porque fazer exercícios em casa pode ser uma boa?

Tenha acessórios de monitoramento

Hoje contamos com tecnologias inteligentes que nos ajudam no dia a dia. Ter uma smartband ou smartwatch que acompanha os batimentos cardíacos, faz muita diferença para as grávidas que se exercitam;

Saiba quando interromper os exercícios na gravidez

Complicações acontecem e nem sempre elas vêm com grandes sintomas.

Se perceber inchaço elevado nas mãos e nos pés, sangramento vaginal, falta de ar, perda de líquido pela vagina, dor forte nos quadris, redução dos movimentos do bebê e fraqueza muscular, é necessário interromper a prática e procurar ajuda médica.

O ideal é que você tenha uma consulta multidisciplinar com seu obstetra, um preparador físico e seu nutricionista para indicar quais as melhores práticas para a sua rotina.

Qual o tempo indicado para praticar exercícios na gravidez?

De acordo com Colegiado de Obstetras e Ginecologistas dos EUA (American College of Obstetricians and Gynecologists, ACOG), o recomendado é que toda grávida inicie as atividades físicas moderadamente. Isso deve acontecer, principalmente, entre aquelas que não tinham uma rotina de exercícios antes da gestação.

O ideal é se exercitar 5 minutos por dia e ir evoluindo até chegar a 30 minutos por dia. A quantidade de dias também faz diferença. No primeiro semestre o recomendado é que as grávidas pratiquem atividades cerca de 3 vezes por semana. No segundo semestre esse número pode aumentar para 4 ou 5 vezes por semana e, no último trimestre, reduzir a intensidade para 2 ou 3 vezes por semana.

E quais são os melhores exercícios para se praticar durante a gravidez?

Exercício na gravidez
A orientação de um profissional de educação física é importante para as grávidas.

Sabemos que você, certamente, chegou até aqui querendo a resposta para essa pergunta!

Se você já tinha um bom condicionamento físico e já praticava exercícios – de alto impacto ou não -, provavelmente poderá continuar com a mesma rotina, reduzindo um pouco o ritmo de acordo com a evolução da gravidez.

Se você não tinha uma rotina de atividades físicas, o ideal é começar com caminhadas, corridas leves, natação, hidroginástica, ioga, zumba e pilates. Estes exercícios vão estimular a sua resistência física e trazer a qualidade de vida que você precisa.

Suplementos alimentares na gestação: isso é indicado?

A suplementação alimentar é indicada para todas as fases da vida e não seria diferente na gestação.Por serem essenciais, quem pratica exercícios na gravidez também pode fazer uso de alguns produtos. Dois exemplos são Ômega-3, que auxilia na formação do tubo neural do feto e a Whey Protein, a proteína do soro do leite, que promove melhor recuperação e desenvolvimento muscular.

LEIA TAMBÉM: O que é Ômega 3 e seus benefícios para o organismo

Esses suplementos trazem um aporte correto de ácidos graxos essenciais e proteína de alto valor biológico que a gestante precisa consumir durante seu dia e que dificilmente será alcançado apenas com a alimentação.

No entanto, o consumo de suplementos alimentares jamais deve ocorrer sem o acompanhamento de um nutricionista. Somente esse profissional saberá adequar a melhor dose e o melhor momento para iniciar o consumo dos produtos.

Lembre-se sempre que o segredo é o controle e o acompanhamento médico. Durante a gestação você não precisa limitar aquilo que traz mais saúde e qualidade de vida para seu corpo. Dá para ter uma rotina normal de exercícios, desde que feitos com segurança.

Agora que você sabe que exercícios na gravidez são mais que indicados por especialistas, o que acha de compartilhar esse post para que outras mulheres conheçam também os benefícios das atividades físicas? E se ficou alguma dúvida, deixe seu comentário que entramos em contato!