Praticar exercícios físicos envolve não apenas cuidados com equipamentos e alimentação. Ainda mais importante é manter a hidratação do corpo antes, durante e após os treinos para evitar problemas maiores, como perda excessiva de líquidos e até lesões.

Se você quer evitar esses problemas, confira o post de hoje para entender melhor o processo de hidratação na atividade física e como é importante para o organismo.

Por que a hidratação na atividade física é importante?

A água é fator essencial para o bom funcionamento do corpo. Além de ser o principal componente do organismo (os músculos e o cérebro são constituídos por 75% de água, por exemplo), auxilia na eliminação de toxinas do corpo, e é o componente do plasma sanguíneo responsável pelo transporte de nutrientes e oxigênio para as células.

Manter-se hidratado é importante para a regulação da temperatura corporal, por meio da sudorese. Nos dias quentes, o corpo elimina o suor que, ao evaporar, diminui a temperatura do corpo e evita superaquecimento.

Quais são as consequências da falta de hidratação?

A hidratação na atividade física é importante não apenas para os atletas, mas também para quem frequenta academia ou pratica esportes periodicamente.

Em algumas atividades perde-se uma grande quantidade de água que, se não for reposta, pode levar a alguns problemas, como danos musculares, dores de cabeça, fadiga, tontura, sonolência e até confusão mental.

Atletas também precisam tomar cuidado com a alta intensidade de exercícios e a falta de reposição de água, sais e minerais. Isso pode causar diversos efeitos no corpo, como boca seca, batimentos cardíacos acelerados ou até sintomas mais graves de desidratação: pele fria e úmida, ausência de urina e alteração do estado mental.

Como manter-se hidratado?

Ao contrário do que muitos pensam, a hidratação do corpo não deve ser feita somente após os exercícios. Ela começa duas horas antes da prática, quando é indicado ingerir de 400 a 600ml de água.

Durante os treinos, também é importante manter o organismo bem hidratado. A cada 15 minutos você pode consumir cerca de 150ml de água (essa quantidade pode variar de acordo com a intensidade da prática).

Ao terminar seu treino, atente-se para a reposição não somente de água, mas de sais e minerais perdidos com o suor. Além da água, você pode optar por isotônicos que contêm a composição semelhante à do corpo e são ideais para repor eletrólitos perdidos com a transpiração.

Isotônicos naturais também são uma ótima opção. A água de coco, por exemplo, ajuda a repor minerais necessários ao bom funcionamento do corpo, como potássio, sódio e fósforo.

Para a hidratação antes, durante e depois dos exercícios físicos, evite sucos industrializados, refrigerantes ou bebidas com cafeína.

Como os suplementos podem ajudar?

Além da hidratação na atividade física, é interessante ficar atento para os suplementos que ajudam a suprir necessidades de nutrientes do atleta profissional ou, até mesmo, de quem apenas frequenta a academia regularmente.

Existem diversos tipos de suplementos com diferentes funções. Alguns auxiliam na reconstrução muscular pós-treino, outros aceleram o metabolismo e aumentam a queima de gordura. Existem aqueles que ajudam a repor os eletrólitos perdidos durante a transpiração, depois de intensos treinamentos físicos, mantendo o corpo hidratado e com energia. 

É importante ressaltar que os suplementos não substituem uma alimentação equilibrada. Alimentar-se bem e com alimentos ricos em fibras, proteínas, vitaminas e minerais é essencial.

E o consumo de água é ainda mais importante. A quantidade depende de seu estilo de vida e organismo, mas você também pode fazer um cálculo simples para descobrir a quantidade ideal. Você pode multiplicar 35ml de água por seu peso. Assim, se você pesa 70kg, pode consumir 2,4 litros de água por dia.

Além disso, consulte um profissional especializado em nutrição para que ele indique os suplementos adequados para seu caso.

Agora você sabe que a hidratação na atividade física é fundamental para o funcionamento do corpo e para evitar danos musculares, dores de cabeça, fadiga e até doenças graves. Com as dicas deste post e as instruções de um especialista, você estará preparado para treinar com mais energia.

Gostou deste conteúdo sobre hidratação na atividade física e quer saber mais sobre exercícios físicos? Assine nossa newsletter e não perca as novidades!