Prática de esporte na terceira idade

Veja atividades divertidas que podem ser realizadas sem grandes preocupações após os 50

A terceira idade deve ser aproveitada assim com as duas anteriores, no entanto, não podemos deixar de lado todos os cuidados necessários. Afinal, o nosso corpo torna-se muito mais delicado após os 50 anos. Por isso, ao realizar atividades físicas, é necessário ter cuidado.

No momento de procurar artigos esportivos com desconto, por exemplo, é muito importante conferir a qualidade, a durabilidade e a flexibilidade dos itens necessários para realizar as práticas. Quer entender um pouco mais sobre o assunto? Basta seguir a leitura até o final!

Resumo deste maravilhoso conteúdo

    Os benefícios do esporte para os idosos

    A partir dos 50 anos, a massa muscular e a força geral são reduzidas de 40 a 50%. Com o envelhecimento, a falta de ar aumenta, o ganho de peso é comum e o equilíbrio físico fica mais fraco. A capacidade do idoso de permanecer independente é reduzida, os riscos de quedas são maiores. Ficar inativo pode ser arriscado para os idosos. 

    Para combater essas consequências, o exercício suave pode ser uma ótima terapia. Desta forma, a atividade física permite:

    • Reduzir os riscos de quedas;
    • Reduzir o risco de obesidade;
    • Reduzir o estresse e prevenir doenças cardíacas;
    • Contribuir para a diminuição do colesterol;
    • Lutar contra a osteoporose;
    • Melhorar o sistema imunológico;
    • Manter a massa muscular;
    • Criar novas ligações sociais (o que reduz a depressão).

    Quais esportes são melhores para os idosos?

    De fato, o desempenho físico depois dos 50 anos são bem diferentes dos que você obtém aos 20 anos. Além disso, o condicionamento físico e a flexibilidade podem ser melhorados em qualquer idade.

    Alguns esportes não são recomendados se a pessoa nunca os praticou antes, como esqui ou esportes de raquete, tênis e squash, que podem sobrecarregar as articulações do corpo.

    Correr também pode ser muito cansativo para o coração e os joelhos dos idosos. No entanto, muitos esportes estão disponíveis.

    Ioga

    Esta disciplina ancestral visa harmonizar o corpo e o espírito. Baseia-se em movimentos sequenciais suaves e técnicas de respiração que relaxam os músculos. Ioga também tonifica os órgãos internos e suaviza as articulações do corpo.

    SEGREDO FOI REVELADO, clique abaixo e saiba como melhorar sua vida sexual

    MACA PERUANA 60 CÁPSULAS CLIQUE E SAIBA MAIS
    MACA PERUANA 60 CÁPSULAS CLIQUE E SAIBA MAIS

    Além disso, algumas posições de ioga aliviam as dores, especialmente as das costas.

    Caminhada nórdica

    De acordo com uma pesquisa da Universidade de Iowa, caminhar 15 minutos por dia seria suficiente para prolongar a vida em 3 anos. A caminhada nórdica é um esporte tradicional praticado na Escandinávia para caminhar rapidamente em campos nevados. Ao contrário da caminhada tradicional, a caminhada nórdica é praticada com bastões em fibra de carbono.

    Empurrando os bastões na vertical e na horizontal, exercite os braços, os músculos peitorais, os ombros e os músculos glúteos. Esse exercício de resistência bem equilibrado e harmonioso gera menos impactos e choques do que a corrida. De fato, os bastões reduzem mais de um terço do peso que afeta os joelhos.

    Tai Chi Chuan

    Essa prática tradicional chinesa se harmonizou com exercícios terapêuticos mais modernos ao longo do tempo.

    O Tai-Chi permite que idosos com problemas de saúde, como artrite ou problemas cardíacos, mantenham uma atividade física benéfica. Esse esporte pode fortalecer o tônus ​​​​muscular, melhorar o equilíbrio e a flexibilidade, graças aos movimentos fluidos e lentos.

    No entanto, é fundamental ter treinadores especializados e formados para trabalhar com os idosos.

    Além de seus efeitos positivos no coração e nos músculos, as artes marciais são recomendadas para prevenir quedas, melhorando o equilíbrio e a coordenação dos movimentos.

    Atividades ao ar livre

    Atividades como alongamento ao ar livre são altamente recomendadas. Elas proporcionam um relaxamento dos músculos e também da mente, reduzindo momentos de alto estresse.

    O ciclismo está bem adaptado para quem sofre de osteoartrite degenerativa nos quadris, tornozelos e joelhos — exceto em casos de osteoartrite degenerativa grave do joelho — ou para quem tem excesso de peso.

    Clique abaixo e saiba como melhorar sua vida sexual, SEGREDO FOI REVELADO

    MACA PERUANA 60 CÁPSULAS CLIQUE ACIMA E SAIBA MAIS
    MACA PERUANA 60 CÁPSULAS CLIQUE ACIMA E SAIBA MAIS

    Nutricionista Gustavo Schneider

    Nutricionista CRN2 8501 - Formado pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali) e Especialista em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho (UGF). Entusiasta do uso de suplementação alimentar consciente e alimentação saudável

    Separamos estes conteúdos especialmente para você

    Go up