Evolução do feto: Conheça melhor o ciclo de desenvolvimento durante a gestação

Após um óvulo e um espermatozoide se unirem numa única célula, ocorre o que chamamos de fecundação. Depois disso, surge uma série de eventos complexos que levam à gravidez e que se desenrolam em etapas de gestação.

Muitas pessoas não sabem como se desenrolam essas etapas, o que pode levar a descuidos em momentos críticos do período gestacional. Porém, elas podem ser estabelecidas por semana ou por mês.

Então, prossiga com a leitura do artigo e veja como é o desenvolvimento do feto mês a mês!

Resumo deste maravilhoso conteúdo

Antes de tudo, como ocorre a fecundação e desenvolvimento?

“A gravidez normal tende a durar 40 semanas, começando a partir do primeiro dia do último ciclo menstrual.”

Para entender a fecundação e o desenvolvimento do feto, é necessário compreender sobre o ciclo menstrual normal. No ciclo menstrual normal, um óvulo é liberado de um dos ovários cerca de 14 dias após a última menstruação.

Esse óvulo é encaminhado para o útero, cujo muco do colo torna-se mais ralo e elástico, de forma que ocorra a penetração do espermatozoide. Se não ocorrer a fecundação, o óvulo começa a se degenerar e é eliminado do útero na próxima menstruação.

Agora, se um espermatozoide penetra no óvulo, há a fecundação e o desenvolvimento. Pequenos cílios movem o óvulo fertilizado (zigoto) através das trompas até o útero. As células do zigoto se dividem várias vezes, enquanto fazem esse movimento.

Dentro do útero, as células continuam a dividir-se e converter-se num blastocisto. O blastocisto se implanta na parede do útero e a partir disso começa o desenvolvimento do feto mês a mês.

Etapas da gestação: como ocorre o desenvolvimento do feto mês a mês?

O primeiro mês de desenvolvimento do feto começa no primeiro dia do último ciclo menstrual, e se desenrola a partir da fecundação. A partir disso, decorrem 40 semanas de período gestacional, que vamos falar aqui por mês!

Primeiro mês

Após a fecundação e instalação do zigoto no útero, ocorre uma série de divisões celulares. Nessa parte, a placenta começa a se formar, envolvendo o embrião com líquido amniótico. Esse conteúdo alimenta o embrião e protege a mãe em quedas.

Segundo mês

No segundo mês de desenvolvimento do feto, se inicia a formação do sistema nervoso e dos aparelhos digestivo, circulatório e respiratório. Além disso, os olhos, o nariz, a boca, os braços e as pernas iniciam o seu desenvolvimento.

Terceiro mês

O período fetal se inicia no terceiro mês e começa com o desenvolvimento do esqueleto, das costelas e dos dedos (nas mãos e nos pés). Até o fim do mês, todos os órgãos internos se formaram e o feto chega a medir 14cm.

Quarto mês

Nessa etapa do desenvolvimento fetal, o bebê começa a se movimentar, sugar e engolir. Além disso, ele se torna capaz de diferenciar os gostos (amargo e doce) e a perceber as alterações de luz.

Quinto mês

No quinto mês de desenvolvimento fetal, surgem os primeiros fios de cabelo, as sobrancelhas e os cílios. Além disso, os órgão genitais dos meninos ou as trompas e útero das meninas já podem ser vistos num exame ultrassom.

Nesse momento de formação do bebê, com 25 cm de comprimento, ele consegue já chupar o dedo e franzir a testa.

Sexto mês

No sexto mês de desenvolvimento fetal, o bebê consegue reconhecer os sons externos, como a voz e a respiração da mãe. Além disso, os lábios e sobrancelhas se tornam visíveis e os dedos passam a apresentar sulcos que se tornarão impressões digitais.

Sétimo mês

Nesse momento de formação do bebê, ele já mede entre 35 e 40 cm. No útero, ele boceja, abre os olhos, se movimenta e dorme – e enquanto isso, os órgãos internos continuam crescendo. O bebê começa a reagir às conversas e músicas.

Oitavo mês

Já com 40-45 cm, o bebê começa a se preparar para a posição de parto. Os seus pulmões estão praticamente prontos e os ossos se encontram mais resistentes. Por fim, surge uma camada de gordura sob a pele, para manter a temperatura do bebê.

Nono mês

Por fim, com 45-50 cm, o bebê já apresenta os órgãos completamente formados e é capaz de controlar a respiração. Quando chega na 40ª semana, o bebê está preparado para nascer.

Conclusão

A gestação é um processo longo e que demanda bastante esforço da mãe. Ao primeiro sintoma de gravidez, realize logo um teste, de forma que se prepare para o cronograma da gestação.

Ao ter uma noção das etapas da gestação, você tem um preparo melhor para todo esse período e para o nascimento em si!

Curtiu nosso conteúdo, aproveite e saiba mais sobre outro tema que as mulheres tem muitas dúvidas que é a menstruação, aqui você saberá como fazer descer em 30 minutos

Nutricionista Gustavo Schneider

Nutricionista CRN2 8501 - Formado pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali) e Especialista em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho (UGF). Entusiasta do uso de suplementação alimentar consciente e alimentação saudável

Separamos estes conteúdos especialmente para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Go up