A maneira correta para alcançar a boa forma e ficar satisfeita com o seu corpo acontece a partir da combinação entre reeducação alimentar e atividade física. Seguir dietas milagrosas não é um procedimento recomendado. Elas provocam riscos à saúde, pois, geralmente, são pobres em nutrientes.

De tempos em tempos surgem novas “soluções” que garantem emagrecimento rápido. No entanto, faltam fundamentos científicos que comprovem a eficácia dessas dietas defasadas que incentivam a comer menos do que o necessário.

O nutricionista é o profissional capacitado para elaborar um plano alimentar de acordo com as necessidades e objetivos individuais. Somente ele pode criar um cardápio equilibrado contendo todas as substâncias que o organismo precisa.

Para não cair em falsas promessas, conheça 4 dietas que são verdadeiras armadilhas e mantenha-se longe dessas maluquices!

1. Dieta restritiva

Restringir a ingestão de alguns alimentos é a primeira atitude de quem decide seguir dieta por conta própria. No início a pessoa perde peso, mas tem grande chance de recuperá-lo novamente, visto que é super difícil executá-la por muito tempo.

A proibição existente nesse tipo de dieta é bastante perigosa. A fome se torna constante devido à restrição calórica, a probabilidade dos furos aumentam e a alimentação deixa de ser um ato prazeroso. Além do mais, a privação está diretamente relacionada à compulsão alimentar.

2. Dietas sem glúten e sem lactose

Pão, macarrão, leite e derivados são alimentos comuns ao costume do brasileiro. Excluir o glúten e a lactose da alimentação virou moda na atualidade. O problema é que, muitas vezes, não há necessidade de eliminá-los do cardápio.

O glúten e a lactose não são culpados pelo aumento do peso. Cortar essas substâncias do cardápio sem orientação profissional pode desencadear intolerâncias inexistentes anteriormente.

3. Dieta da lua

Até mesmo o satélite terrestre se tornou alvo dos criadores de dietas. Desenvolvida de acordo com as fases da lua, a pessoa deve alimentar-se somente por líquidos durante 24h, ficando proibida a ingestão de qualquer comida sólida.

Água, suco, chá, café e outros líquidos não são capazes de fornecer ao corpo humano a quantidade necessária de nutrientes. A perda de peso acontece devido à restrição calórica, em contrapartida, o organismo não funciona corretamente e a sensação de fraqueza surge em pouco tempo.

4. Dieta alcalina

Seguir dietas com base no potencial de hidrogênio dos alimentos não é uma recomendação segura. Algumas celebridades são adeptas à dieta alcalina com a justificativa de buscar o equilíbrio do pH sanguíneo e prevenir doenças como o câncer.

Apesar de ser uma opção que inclui frutas, vegetais e prioriza o consumo dos alimentos naturais, o emagrecimento por meio do equilíbrio do pH não é comprovado. A perda de peso acontece porque há diminuição da ingestão dos industrializados.

O emagrecimento não acontece de maneira imediata. Seguir dietas que prometem perda de peso em pouco tempo pode resultar em deficiência nutricional e acabar te levando para o temido efeito sanfona. Opte por uma alimentação saudável diária e conquiste resultados duradouros.

Agora que você está consciente quanto aos riscos de uma escolha inapropriada, compartilhe este artigo nas redes sociais para informar seus amigos!