Quando se fala em alimentação vegana, muitos acreditam que se trata de uma dieta saudável. Afinal, o vegano se alimenta apenas de frutas, verduras e legumes, certo?

Não é bem assim. É preciso estar atento na substituição da carne para não deixar de consumir os nutrientes necessários para o organismo.

Neste artigo você vai saber o que é dieta vegana e quais cuidados são necessários para não deixar de consumir nutrientes importantes. Confira!

O que é veganismo

Segundo a The Vegan Society, o veganismo é um “estilo de vida que tenta excluir todas as formas de exploração e crueldade contra animais envolvendo alimentação, vestuário ou qualquer outro propósito”. Portanto, o movimento vegano envolve questões políticas, éticas e ambientais.

Quanto aos alimentos, os veganos excluem de sua dieta tudo o que tenha origem animal:

  • carnes: bovina, suína, frango, peixe e crustáceo;
  • leite e derivados: queijo e iogurte;
  • mel e derivados.

Se você come carne e deseja aderir ao movimento vegano, é importante estar consciente dos riscos de realizar essa transição sem acompanhamento. Afinal, o nutricionista pode orientá-lo na escolha correta dos alimentos para suas refeições.

Cuidados com alimentação vegana

1. Ingerir alimentos vegetais ricos em proteína

Para ingerir proteína mesmo sem comer carne, diversifique o cardápio. Inclua leguminosas, grãos, cereais e sementes (chia, lentilha, soja, quinoa, amaranto, aveia, castanhas, semente de abóbora e de girassol), além de vegetais de folhas escuras, como espinafre, couve e brócolis.

2. Evitar massas e grãos refinados

Um dos maiores erros de quem não come carne é alimentar-se com massas e grãos refinados. As massas feitas com trigo refinado são convertidas apenas em carboidratos e quase nenhum nutriente.

Isso vale também para os grãos refinados, que foram moídos e tiveram as sementes e a casca retiradas. Alguns exemplos são a farinha branca, a farinha de milho e o arroz branco.

3. Apostar na variedade e combinação de alimentos

O ideal é que você tenha no prato os alimentos representantes de cada grupo alimentar. Em uma refeição, você pode combinar porções de grãos, oleaginosas e sementes, leguminosas e vegetais e uma fruta. Cada um desses alimentos vai proporcionar proteína, fibra, ferro, potássio e outros nutrientes importantes para seu corpo.

4. Fazer acompanhamento nutricional

Como dissemos anteriormente, é importante consultar bons profissionais de nutrição antes de começar uma dieta vegana. Eles podem orientá-lo sobre a transição alimentar (se for o caso) e como escolher os melhores alimentos sem origem animal.

O especialista também pode ajudá-lo na suplementação da B12. Essa vitamina está presente no leite, no queijo e no ovo. A quantidade ideal para um adulto é de 2,0ug/dia.

5. Evitar fast food

O mercado está sempre de olho nas tendências de consumo. Portanto, já existem muitas opções de fast food vegetarianas e veganas à disposição.

Embora seja tentador, é importante não exagerar no consumo desses alimentos. Eles não apresentam carne e ingredientes de origem animal, mas podem ter níveis elevados de sódio, gorduras saturadas e conservantes — compostos responsáveis pelo surgimento de diabetes, hipertensão e outros problemas de saúde.

Benefícios da dieta vegana

Melhora a digestão

A proteína animal demora mais para ser digerida, por isso o organismo direciona muita energia na digestão desses alimentos. Na dieta vegana, por outro lado, o maior consumo de grãos e vegetais facilita a obtenção de substâncias que melhoram a flora intestinal, como os prebióticos.

Dá mais energia

Na dieta vegana equilibrada, a principal fonte de energia são os cereais integrais.

Eles fornecem energia para o corpo e não se convertem em açúcar excessivo no organismo, além de terem as fibras necessárias para uma boa absorção de nutrientes.

Regula o peso

Uma alimentação equilibrada é a chave para evitar o ganho exagerado de peso. Apostar no consumo de grãos, sementes, leguminosas, hortaliças e vegetais ajuda a aumentar a saciedade e, assim, evita o impulso de comer alimentos gordurosos e com muito açúcar.

E agora que você já sabe quais cuidados deve ter com a dieta vegana, siga-nos nas redes sociais e confira outros conteúdos como esse! Estamos no Facebook, Youtube, Instagram e Twitter.