Prato equilibrado: como saber a quantidade certa da nossa refeição?

Esclareça as principais dúvidas na hora de montar um prato saudável!

Café da manhã, almoço, jantar… as refeições fazem parte do nosso dia a dia e são essenciais para uma rotina equilibrada. Além de estabelecer horários saudáveis para se alimentar, é necessário se atentar aos alimentos que ocupam espaço no prato.

Com o objetivo de te ajudar a montar um prato saudável, hoje falaremos sobre hábitos alimentares, os principais grupos alimentares e as quantidades indicadas para uma dieta normal e equilibrada!

Resumo deste maravilhoso conteúdo

Hábitos alimentares

Um prato saudável não está estruturado apenas na escolha de alimentos, mas também nos hábitos alimentares que fazem parte da rotina de um indivíduo.

O primeiro hábito que deve ser evitado é a ausência de uma refeição. Muitas pessoas pulam o café da manhã, o almoço ou o jantar por não estarem com fome, ou por acreditarem que esse hábito ajuda a emagrecer. Na verdade, o que acontece é o contrário! Na próxima refeição, você comerá ainda mais por conta da fome.

O segundo hábito que deve ser revisto é a velocidade com que se consomem as refeições. Em uma rotina corrida, é normal se alimentar rapidamente, mas esse hábito faz mal para o seu organismo e afeta negativamente a alimentação saudável. A recomendação é comer com calma, mastigando os alimentos quantas vezes for necessário.

O terceiro e último hábito que merece atenção redobrada é a repetição de refeições. Caso surja vontade de comer mais após finalizar o prato, aguarde alguns minutos. Muitas vezes essa sensação acontece porque o cérebro ainda não processou o consumo daquela refeição.

Grupos alimentares e quantidades adequadas

Os grupos alimentares têm como objetivo dividir os alimentos em subgrupos. Atualmente os 8 grupos alimentares são compostos por cereais, pães e tubérculos, hortaliças, frutas, leguminosas, carnes e ovos, leite e derivados, óleos ou gordura e açúcares.

Esses 8 grupos ainda podem ser distribuídos em 4 categorias: energéticos, reguladores, construtores e energéticos extras. Para montar um prato saudável, é importante ter em mente as funções de cada categoria, além de conhecer os principais alimentos que a compõem.

Alimentos energéticos

O grupo energético é constituído por alimentos ricos em carboidrato, como o arroz, a batata, o macarrão e a mandioca. Esses alimentos devem compor aproximadamente 25% do prato.

Alimentos reguladores

Este grupo é composto por alimentos ricos em vitaminas, minerais e fibras, como os legumes, frutas e verduras. Os alimentos reguladores representam um grupo alimentar vasto, no qual é possível encontrar alimentos para todos os gostos. Em um prato saudável, os alimentos reguladores devem ocupar 50% do espaço.

Alimentos construtores

Os alimentos ricos em proteínas animais e vegetais, como o leite e as carnes, compõem este grupo alimentar. O ideal é que sejam consumidas proteínas de fonte vegetal e animal de forma equilibrada. Em um prato saudável, os alimentos construtores representam 25% da refeição.

Alimentos energéticos extras

O último grupo, denominado alimentos energéticos extras, representa alimentos ricos em gordura e açúcares. Fazem parte deste grupo guloseimas, refrigerantes, sucos industrializados e doces encontrados em confeitarias.

Esses alimentos não precisam se tornar inimigos de uma alimentação saudável, entretanto, é preciso ter atenção ao seu consumo.

Como aplicar as informações alimentares?

Acima, determinamos quais alimentos compõem cada grupo e qual é a sua porcentagem saudável em uma refeição. Para aplicar essas informações no dia a dia, é possível seguir algumas dicas listadas abaixo:

  • planeje as suas refeições com antecedência, dessa forma ficará mais fácil se alimentar com equilíbrio;
  • leia as informações nutricionais presentes nos alimentos, elas são essenciais para saber o que se está consumindo;
  • para medir a quantidade dos alimentos com exatidão, invista em uma balança de cozinha;
  • recorra à ajuda profissional sempre que necessário para adequar a sua dieta ao seu corpo.

Nutricionista Gustavo Schneider

Nutricionista CRN2 8501 - Formado pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali) e Especialista em Nutrição Esportiva pela Universidade Gama Filho (UGF). Entusiasta do uso de suplementação alimentar consciente e alimentação saudável

Separamos estes conteúdos especialmente para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Go up