Os maiores benefícios do vinho para uma vida saudável

À medida que o tempo passa, cada vez mais os especialistas têm o vinho como um objeto de estudo, a fim de avaliar todas as suas propriedades.

E a verdade é que muitas pessoas ainda se perguntam sobre quais são os benefícios do vinho para a saúde. Será mesmo que isso é verdade? É sobre isso que iremos falar no artigo de hoje. Confira!

Resumo deste maravilhoso conteúdo

Quais são os benefícios do vinho à saúde?

A verdade é que o vinho pode sim fazer muito bem para a saúde, haja vista todas as propriedades que ele possui.

Mas, de todos eles, o vinho tinto é um dos que mais recebe destaque, haja vista que é rico em antioxidantes e polifenóis, os quais contribuem para melhorar a função cardíaca.

No entanto, isso não é tudo. Afinal de contas, o vinho também contribui para melhorar a função cardíaca e pressão sanguínea. Sendo assim, acaba por reduzir o risco de doenças cardiovasculares.

Isso quer dizer que, além de uma delícia de saborear, há vários benefícios na degustação. Mas, para deixar a experiência ainda mais gostosa, o ideal é ter um jogo de taças de cristal, a fim de realçar ainda mais todos os sabores.

No entanto, em relação aos benefícios do vinho para uma vida saudável, podemos os seguintes:

1) Estimula o sistema imunológico

Você sabia que beber uma taça de vinho todos os dias é capaz de oferecer um impulso para o seu sistema imunológico?

A verdade é que o consumo moderado desta bebida é capaz de evitar infecções, por exemplo, haja vista que mantém o organismo saudável e ativo.

Mas, para poder monitorar os benefícios e ter a garantia dessa vantagem, deve-se manter todos os exames preventivos em dia.

2) Reduz os riscos de acidente vascular cerebral e ataque cardíaco

Vários são os especialistas que acreditam que a redução do risco de doenças relacionadas ao coração é um dos principais benefícios do vinho.

Então, isso quer dizer que o vinho pode ajudar na proteção contra diversos problemas desse tipo, como o ataque cardíaco e o derrame.

E a razão para isso é que o vinho é capaz de desentupir os vasos, devido ao resveratrol. Por isso, combate coágulos e danos.

3) Melhora a função cognitiva

Para alguns, pode parecer um pouco contrário, mas uma taça de vinho pode sim ajudar a manter o cérebro ativo.

Dizemos isso porque as substâncias que estão presentes no vinho tinto tendem a aumentar a longevidade dos neurônios.

Por consequência, pode proteger o cérebro da demência e reduzir uma série de outros problemas degenerativos, como o Parkinson e Alzheimer.

4) Pode diminuir o colesterol

O vinho tinto ainda possui procianidinas, que é uma espécie de taninos, o qual mantém não só o coração saudável, como estimula índices menores de colesterol.

Agora, em relação ao resveratrol, ele atenua o colesterol ruim (LDL), mas aumenta o colesterol bom (HDL).

É claro que isso não quer dizer que você pode beber vinho de forma imprudente. Sempre faça exames e converse com o seu médico antes de qualquer coisa.

5) Reduz o risco de diabetes tipo 2

Especialistas afirmam que os casos de pessoas com diabetes tipo 2 devem triplicar nos próximos 17 anos, mais ou menos.

No entanto, a boa notícia é que o vinho pode ajudar você a não fazer parte dessa estatística, novamente por conta do resveratrol.

A substância mostrou melhorar a sensibilidade à insulina, o qual é um dos fatores que podem contribuir para o diabetes tipo 2.

Uma taça de vinho pode ajudar e prevenir também essa doença. Mas, claro, pergunte ao seu médico qual é a dose recomendada para o seu caso, além de seguir com todos os exames preventivos.

6) Protege a pele contra o envelhecimento

Como dito no início, o vinho tinto é rico em diversos antioxidantes, além do resveratrol, também possui flavonóides e taninos. Todos eles ajudam no combate ao envelhecimento, haja vista que ele restaura o colágeno e as fibras elásticas.

Então, dentro dos benefícios do vinho, está a obtenção de uma pele mais firme, além da redução de linhas finas de expressão e rugas.

7) Promove a longevidade

O vinho também é capaz de promover a longevidade, também por conta da ação do resveratrol. Nesse caso, ele atua como um agente de uma proteína.

Essa proteína, por sua vez, atua como um agente antienvelhecimento, além de oferecer diversas melhorias para a saúde no geral.

Separamos estes conteúdos especialmente para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Go up